terça-feira, 24 de agosto de 2010

Bilhete

Eu vou embora
porque se me tornou insuportável ver
todo o amor, o carinho que dás para todos
e negas somente a mim





Francisco Vieira
24/08/2010

3 comentários:

Vida De Dois Ursos disse...

Nossa que dor amarga.

Lilian Buzzetto disse...

Gostei muito dos outros dois, mas esse foi aquele que bateu na alma. Parabéns, escritor.

nerci disse...

A eterna carência da alma. Cobrar e negar. É assim que somos.
Simples como deve ser. Parabéns!